PT // EN // ES      

COMUNICAÇÕES

Novo dono do Dolce Vita Ovar investe 2M€

A White Sand Capital Portugal, proprietária do Dolce Vita Ovar desde março último, iniciou um plano de investimento na ordem dos 2 milhões de euros (2M€) para transformar este centro comercial, localizado em Ovar, num novo conceito de centro comercial que se designa por “VIDA Lifestyle” e pretende ser um lugar central da região entre Porto e Aveiro.


O grupo internacional anuncia que decorrerá, nos próximos 18 meses, um investimento relevante na renovação do ativo, com o intuito de melhorar a experiência de compra focada no “customer care”, desporto, lazer e negócios.
O novo conceito “VIDA Lifestyle” do Dolce Vita Ovar, que incluirá o ‘rebranding’ do próprio centro comercial, será inspirado na vida e promete oferecer áreas mais amplas, zonas de contacto com a natureza e um ambiente onde cada um encontra o seu lugar.
A curto prazo, nas áreas exteriores, o grande terraço ao ar livre acolherá um spot de alimentação e bebidas e serão criados três parques: infantil, fitness e animal. Nas áreas interiores, a praça da alimentação será renovada, nascerá um ‘playground’ para crianças e serão disponibilizados novos espaços de estar e de WC.


Neste momento, o centro comercial encontra-se a negociar a presença de novas marcas, com o objetivo de alargar a oferta ao consumidor e integrar serviços de bem-estar e saúde.
A aquisição do Dolce Vita Ovar e a sua renovação representam o início de um plano de investimentos da White Sand Capital Portugal nos setores do retalho e do lazer em Portugal, sendo o Dolce Vita Ovar “o primeiro de muitos outros Centros que irão respirar uma nova vida”.


“Toda a área envolvente do Dolce Vita Ovar é única, com a natureza, a arena desportiva, a indústria e os bons acessos rodoviários. Quando visitámos Ovar pela primeira vez, ficamos impressionados com o incrível edifício do centro comercial e esse cenário envolvente. Com os excelentes lojistas âncora e as grandes oportunidades de melhoria, sabíamos que poderíamos causar um impacto positivo na oferta aos residentes de Ovar e de toda a área entre Porto e Aveiro”, refere a Administração da White Sand Capital Portugal para justificar a aposta no Dolce Vita Ovar.

Ler mais

Semana Virtual com mulheres cientistas

Quatro cientistas portuguesas são convidadas a debater a tecnologia e a ciência na 3ª Semana Virtual "Cup of Tea with Scientists" de 7 a 10 de julho.
Fernando Moreira, Professor Catedrático e diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia, afirma que nesta 3ª Semana Virtual o objetivo foi "trazer a nata da ciência mundial e com portuguesas apenas", assegurando que os quatro webinars serão "conferências ao mais alto nível, provando-se, que a divulgação da ciência pode ser realizada independentemente da geografia onde cada um se encontre”.

PROGRAMA

07/07
"Antropologia forense: de uma moda a uma ciência forense insubstituível"
Eugénia Cunha, Professora Catedrática da Universidade de Coimbra


08/07
"AI for Intelligent Financial Services: Examples and Discussion"
Manuela Veloso, Professora Catedrática da Carnegie Mellon University


09/07
"Capacitação científica como motor impulsionador de desenvolvimento tecnológico e económico dos territórios de baixa densidade"
Isabel Ferreira, Secretária de Estado da Valorização do Interior


10/07
"Online Teaching & Project-Based Learning: Towards an Emerging Online Pedagogy"
Ana-Paula Correia, Professora Associada com Agregação da Ohio State University

Inscrições

Ler mais

OLI em hospital russo para tratar a Covid-19

A empresa portuguesa OLI foi escolhida para equipar um novo hospital em Moscovo, na Rússia, que começou esta semana a tratar pacientes com o novo coronavírus e outras doenças infeciosas.

Neste centro hospitalar de terapia intensiva e internamento, que envolve dois edifícios e um total de 554 camas, foram instalados autoclismos interiores “OLI 120” com placas de comando “Slim” e estruturas de bidé.

Esta obra de prescrição resulta da estratégia de internacionalização que a empresa tem desenvolvido na Rússia nos últimos anos. Em 2015, a OLI criou em Moscovo uma filial comercial e em 2016 uma fábrica (a primeira fora de Portugal) para produzir mecanismos, que são fornecidos diretamente aos fabricantes locais de cerâmica, e produtos que correspondam às necessidades comercias do mercado russo e dos países vizinhos. Atualmente, a OLI Rússia emprega 35 pessoas, registou um volume de negócios de três milhões de euros em 2019 e prevê iniciar a produção de autoclismos interiores a curto prazo.

Para António Oliveira, a conquista deste projeto hospitalar “reflete a confiança que a marca OLI tem conquistado a nível internacional, seja em projetos de saúde, como neste caso, ou em projetos de hotelaria e de imobiliário de referência. Graças ao investimento contínuo em inovação, conseguimos colocar no mercado produtos diferenciadores ao nível da sustentabilidade hídrica, da higiene e da inclusão. Acreditamos que este nosso compromisso com a inovação é um dos fatores que mais tem contribuído para a afirmação da marca à escala global”.


Sobre a OLI:
A OLI é a maior produtora de autoclismos da Europa do Sul. Exporta 80% da produção para 80 países dos cinco continentes. Em 2019, registou um volume de negócios de 60 milhões de euros. A empresa integra 431 colaboradores em Portugal. A fábrica trabalha ininterruptamente 24 horas por dia, sete dias por semana, e tem uma produção anual de 1,9 milhões de autoclismos e 2,8 milhões mecanismos. É a única empresa portuguesa a produzir autoclismos interiores.

Ler mais

Selo Clean&Safe

O Hotel das Salinas e o Hotel Aveiro Center, unidades hoteleiras do Grupo Albôi localizados no centro histórico de Aveiro, reabriram as suas portas após um encerramento temporário devido à pandemia da COVID-19.

Ambos os hotéis retomam a atividade com o selo de distinção "Clean&Safe", emitido pelo Turismo de Portugal, que garante a implementação de todas as recomendações da Direção Geral de Saúde relativamente às medidas de higienização e segurança definidas para evitar a contaminação dos espaços com o novo coronavírus.

Entre as medidas adotadas, destaque para a oferta de um kit de proteção sanitária a todos os hóspedes (inclui máscara, luvas e álcool-gel), o serviço de pequeno almoço à la carte no quarto, a colocação de acrílicos de proteção nas receções e o reforço dos procedimentos de limpeza e higienização dos espaços.

“É com confiança que reabrimos o Hotel das Salinas e o Hotel Aveiro Center, após a implementação de um protocolo interno de procedimentos que assegura as melhores condições de segurança e de higiene aos nossos colaboradores e hóspedes. Recomeçamos ainda mais empenhados em reforçar a experiência de excelência que o mercado nos reconhece”, explica Carla Santos, diretora-geral do grupo hoteleiro.

Ler mais