PT // EN // ES      

OLI cresce 11% e atinge os 54 milhões de euros

Em 2017, a OLI, o maior produtor de autoclismos da Europa do Sul, atingiu um volume de negócios de 54 milhões de euros, que representa um aumento de 11%, face a 2016, e o quarto ano consecutivo do seu crescimento.

Esta progressão foi impulsionada particularmente pelo crescimento das exportações para a Escandinávia (50%) e Alemanha (26%), continuando a Europa a ser o principal mercado da empresa portuguesa.

O desenvolvimento de soluções inovadoras, nomeadamente autoclismos interiores, com tecnologia incorporada, que respondem às exigências da sustentabilidade hídrica e energética, e a criação de uma filial na Alemanha, em 2016, que alavancou a expansão da marca neste país, explicam os bons resultados das exportações escandinavas e germânicas.

Em 2017, a OLI produziu cerca de dois milhões de autoclismo e exportou 80% da produção para 80 países dos cinco continentes.

No mercado nacional, o crescimento foi de 12%, na comparação homóloga, tendo contribuído para esta subida a retoma do setor da construção, nomeadamente da construção nova e da reabilitação.

"A OLI é uma marca em crescimento e continuará a manter esta evolução. Este ano, estimamos crescer globalmente 10%, aumentar a quota de mercado em mercados estratégicos e continuar a colocar a inovação ao serviço da preservação da água, com o objetivo de salvaguardar a vida do planeta", afirma António Oliveira, Presidente da OLI.

Sobre a OLI:
A OLI, o maior produtor de autoclismos da Europa do Sul encontra-se sediada em Aveiro. Exporta 80% da produção para 80 países dos cinco continentes. Em 2017, registou um volume de negócios de 54 milhões de euros. A empresa integra 389 colaboradores em Portugal. A fábrica trabalha ininterruptamente 24 horas por dia, sete dias por semana, e tem uma produção semanal de 43,7 mil autoclismos e 64 mil mecanismos. É a única empresa portuguesa a produzir autoclismos interiores.[...]

Colégio de Lamas estreia Salas de Aula do futuro

O Colégio de Lamas, em Santa Maria de Lamas, inaugurou as novas instalações da Educação Pré-Escolar e do 1º Ciclo do Ensino Básico, onde foram criados “Ambientes Educativos Inovadores”, conhecidos como “Salas de Aula do Futuro”, que têm sido adotados um pouco por toda a Europa.

O Colégio de Lamas é a primeira escola do Distrito de Aveiro a integrar estes laboratórios de aprendizagem, propícios à utilização das tecnologias digitais, desde o ensino pré-escolar até ao secundário.

“Este projeto educativo, inspirado no ‘Future Classroom Lab’, desenvolvido pela ‘European Schoolnet’ e sob orientação da Direção Geral - Equipa de Recursos e Tecnologias Educativas (ERTE), permite aos alunos construírem o seu próprio conhecimento, desenvolvendo competências como a criatividade, o pensamento crítico, a resolução de problemas, a liderança, a comunicação, a colaboração, a flexibilidade e a adaptabilidade”, explica Joana Vieira, Diretora do Colégio de Lamas.

“Nas novas instalações foram criados dois Ambientes Educativos Inovadores, formados por seis diferentes espaços de aprendizagem. Cada espaço coloca a tónica numa competência específica, explorando-se os elementos essenciais na aprendizagem do século XXI - os novos papéis e as novas competências de alunos e professores, as metodologias ativas de aprendizagem, as tecnologias digitais e as tendências da sociedade e da economia que determinam os novos rumos da educação”.

As “Salas de Aulas do Futuro” juntam-se a outros projetos relevantes do Colégio de Lamas, no âmbito da literacia digital, em parceria com a Microsoft School, a Academia de Código e Apple Education, reconhecidos como os melhores parceiros para a educação tecnológica em Portugal.

A cerimónia de inauguração das novas instalações contará com a participação de Emídio Sousa, Presidente da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, e dos responsáveis da Direção Geral da Educação e DGEstE Norte, representantes da Universidade Católica e da Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti.[...]

Universidade Portucalense com nova Administração

Armando Jorge de Carvalho foi eleito Presidente do Conselho de Administração da Universidade Portucalense para o triénio 2018/2020, após uma vitória com maioria absoluta, no dia 29 de janeiro.

Na cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos sociais, Armando Jorge de Carvalho afirmou que a sua a missão é "Preparar a universidade do futuro".

"O futuro terá de passar, inevitavelmente, pela introdução de determinadas dinâmicas associadas à competitividade, à internacionalização abrangente, à adoção de novas soluções digitais no processo de aprendizagem e transmissão de conhecimento, à investigação colaborativa e participação em redes internacionais e à inovação, que obriga a que as estruturas organizacionais se adaptem convenientemente a mudanças rápidas", afirmou.[...]

A3ES certifica UPT

A A3ES - Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior certificou o Sistema Interno de Garantia da Qualidade (SIGQ) da Universidade Portucalense (UPT) por seis anos - período máximo possível -, sem quaisquer condições. A UPT é, assim, a primeira universidade privada a obter esta certificação.

O processo de certificação decorreu ao longo de 2017, tendo sido coordenado pelo Gabinete de Qualidade e Avaliação. Com esta certificação, a Universidade Portucalense obtém a autenticação do rigor e da qualidade dos serviços que presta, consolidando a sua cultura de excelência.[...]

OLI equipa hotel de luxo na Arábia Saudita

Um dos maiores e luxuosos edifícios da Arábia Saudita, Jeddah's Sail Tower, está a ser equipado com inovadoras soluções de banho da empresa portuguesa OLI, desenvolvidas e produzidas na fábrica de Aveiro.


Esta torre de 64 andares, composta por um hotel de luxo - Shangri-La Hotel, com 242 quartos e uma área residencial com 104 apartamentos, será inaugurada no próximo ano, na cidade de Jeddah, considerada a capital comercial do país e a mais rica do Médio Oriente e da Ásia Ocidental.


A OLI, reconhecida pela sua tecnologia patenteada, que torna os espaços de banho mais eficientes, forneceu autoclismos “OLI74 Plus”, placas de comando “Slim”, estruturas bidé e de sanita.

António Oliveira, Presidente da OLI, afirma: “a Arábia Saudita é uma país muito relevante para a consolidação da marca no Médio-Oriente, sendo esta prescrição o reconhecimento da capacidade de inovação da empresa no desenvolvimento de soluções hidricamente sustentáveis”.


“A Arábia Saudita é um mercado muito exigente, que privilegia a inovação, a criatividade e o ‘know-how’, por isso encaramos este projeto como um estímulo ao nosso compromisso diário com o desenvolvimento sustentável, procurando sempre melhorar e criar novas soluções para um WC mais amigo do ambiente e autónomo”, sublinha.[...]

Larus cria solução antiterrorista

Com o objetivo de aumentar a segurança pública em cidades de todo o mundo, reduzindo o impacto dos atentados terroristas por atropelamento, a LARUS desenvolveu um inovador dissuasor de segurança removível, com capacidade para absorver o impacto de uma viatura em movimento e imobilizá-la.
A solução chama-se "Strong" e nasce da necessidade das cidades, de grande e média dimensão, protegerem as principais praças e zonas pedonais, impedindo a circulação de viaturas.

Para além da robustez, este equipamento distingue-se pela fácil instalação, na medida em que a sua reduzida profundidade de 35mm não interfere nas condutas subterrâneas de gás, água ou de eletricidade, e pela integração natural no espaço público, sendo removível e eliminando, assim, os condicionalismos das soluções retrácteis de controlo à distância.

A Larus, empresa portuguesa de mobiliário urbano, é reconhecida internacionalmente por desenvolver soluções de mobiliário urbano inovadoras. A partir da fábrica em Albergaria-a-Velha, a Larus mobila cidades como Lisboa (Parque das Nações, Ribeira das Naus, Alta de Lisboa), Porto (Serralves, Avenida dos Aliados), Madrid (junto à Praça de Cibeles), Casablanca (Medina de Casablanca) Santiago de Compostela (Cidade da Cultura), Luanda (Baía de Luanda e Ilha do Cabo), Génova, Antuérpia, Londres, Dubai, Macau, entre outras.

Sobre a LARUS: A LARUS é a marca portuguesa de mobiliário urbano com os mais importantes prémios nacionais e internacionais e, em 2011, foi considerada a melhor empresa europeia na implementação do Design pelo Centro Europeu de Design. A originalidade e a diversidade das suas soluções resultam de uma estreita colaboração com os maiores nomes da Arquitetura e Design nacional. Siza Vieira, Souto Moura, Daciano da Costa, Alcino Soutinho, Henrique Cayatte ou Francisco Providência. A LARUS conta 22 anos de história e tem hoje uma presença internacional em Espanha, Reino Unido, Bélgica, Holanda, Alemanha, França, Angola, Marrocos e Estados[...]

Hotel Aveiro Center reinaugurado

O Hotel Aveiro Center, localizado no centro histórico de Aveiro, será reinaugurado esta sexta-feira, dia 17 de novembro, às 18h, após a conclusão das obras de reabilitação.

O Grupo Albôi, detentor do Hotel Aveiro Center, investiu cerca de meio milhão de euros neste projeto de renovação. O objetivo é transformar foi criar uma unidade hoteleira de referência com elevados padrões de qualidade e reforçar o posicionamento do grupo no mercado hoteleiro em Aveiro, através da oferta de alojamentos de qualidade com um serviço diferenciador.

A reabilitação incluiu a reformulação total dos quartos e áreas comuns com revestimentos de tetos, paredes e pavimentos, melhoria da insonorização, introdução de ar condicionado, nova rede de wireless e alteração do elevador.

O Hotel Aveiro Center dispõe de um total de 24 quartos nas categorias single, duplo, superior e suite. O hotel fica próximo do canal central da Ria de Aveiro e dos edifícios da Arte Nova, assim como da Sé Catedral, dos museus da cidade, da Universidade e da movimentada Praça do Peixe. A uma curta distância de carro, os clientes podem descobrir as praias da Costa Nova e da Barra, a Reserva Natural das Dunas de S. Jacinto.[...]

Extrusal lança inovações nos Açores

Após um ano de investigação e desenvolvimento na procura da inovação sustentável e harmonia estética, a Extrusal apresentará, em primeira-mão, as últimas soluções de alumínio para a arquitetura, na Ilha de São Miguel, nos Açores, nos dias 24 e 25 de outubro.
A empresa portuguesa é, hoje, uma referência global na oferta de soluções de alumínio inovadoras e tecnologicamente avançadas. Na fábrica de Aveiro são produzidos sistemas de arquitetura e fachadas energeticamente eficientes para a construção sustentável, assim como perfis estruturais e peças maquinadas para a indústria em geral.

Entre as novidades que serão apresentadas, destaque para o sistema de batente A.100, o sistema de correr B.095, o sistema de correr minimalista B.150 e o sistema de guarda-corpos F.100 Safeglass.

As novas soluções caracterizam-se pelo design inovador, assegurando uma visão panorâmica procurando sempre uma estética minimalista, marcada pela redução da espessura dos perfis de alumínio. A luminosidade é a protagonista natural, respondendo às tendências da arquitetura contemporânea focada na iluminação natural e na amplitude dos espaços. No âmbito da ‘performance’, estas propostas conjugam elevados desempenhos térmicos, acústicos e AEV (permeabilidade ao ar, estanquidade à água e resistência à pressão do vento) da caixilharia.
A facilidade de construção dos sistemas bem como a sua aplicação em obra foram aspetos tidos em conta no processo de desenvolvimento de cada uma das soluções.

A apresentação decorrerá ao longo de dois dias, sendo dirigida a Arquitetos e Prescritores no dia 24 de outubro, e a Instaladores, no dia 25 de outubro. Terá lugar em Ponta Delgada, no Hotel Pedras do Mar Resort & Spa, um empreendimento de referência arquitectónica, equipado com vários sistemas da Extrusal.

As inscrições são gratuitas e podem ser efetuadas até 16 de outubro em www.extrusal.pt.

Sobre a Extrusal: O grupo Extrusal nasceu em 1972, em Aveiro, e hoje tem empresas em Angola, Cabo Verde e Moçambique. Em 1997, foi a primeira empresa portuguesa, e uma das únicas na Europa, a obter certificação do sistema de gestão da qualidade global - NP EN ISO 9001 - nas áreas de fabricação de matrizes, extrusão, anodização e termolacagem. Em 2002, a consciência ambiental conduziu à implementação de um Sistema de Gestão Ambiental, resultando na obtenção da certificação ambiental NP EN ISO 14001. [...]

OLI investe 4M€ na ampliação da fábrica

A OLI, líder da Europa do sul na produção de autoclismos, irá investir 4 milhões de euros (M€) na ampliação da sua fábrica em Aveiro, reconhecida pela inovação e premiada pela eficiência.

Este projeto visa a criação de um espaço inovador de armazenamento semi-inteligente de 5.000m2, numa área total nova de 8.000m2. Após a sua conclusão em 2018, o complexo industrial da OLI envolverá 22.000m2.

Com este anúncio, e num espaço de um ano, a OLI soma um investimento total na indústria portuguesa de 9M€. Em 2016, 3M€ foram aplicados na construção de uma nova fábrica de moldes, orientada para as indústrias hidro-sanitária e automóvel de todo o mundo, e 2M€ foram investidos na criação de um novo laboratório de inovação e alargamento da área fabril.

“Este novo investimento de 4M€ é dirigido à expansão da área industrial e de armazenamento, assim como à aquisição de alta tecnologia, com o objetivo de aumentar a eficiência operacional, que acreditamos ser determinante para melhorar a competitividade da empresa à escala mundial”, explica António Oliveira, Presidente da OLI.

"A OLI tem uma vocação internacional - está presente em 70 países dos cinco continentes - e uma identidade associada à inovação, sendo este investimento o reforço da capacidade exportadora e o reflexo da nossa ambição de evolução e de confiança em Portugal e no futuro”.

"Sublinhamos ainda a celeridade da Câmara Municipal de Aveiro, em particular do Presidente José Ribau Esteves, na agilização dos procedimentos necessários para dar início a este projeto de imediato" afirma António Oliveira.

 

Sobre a OLI:
A OLI, o maior produtor de autoclismos da Europa do Sul encontra-se sediada em Aveiro. Exporta 80% da produção para 70 países dos cinco continentes. Em 2016, registou um volume de negócios na ordem dos 49,2 milhões de euros. Atualmente, a empresa integra 380 colaboradores em Portugal. A fábrica trabalha ininterruptamente 24 horas por dia, sete dias por semana, e tem uma produção semanal de 39 mil autoclismos e 159 mil mecanismos. É a única empresa portuguesa a produzir autoclismos interiores.[...]

Larus mobila "oásis" em Macau

A Larus, empresa portuguesa de mobiliário urbano, está a mobilar o Taipa Central Park, localizado no coração da ilha de Taipa, em Macau. Os bancos “Axis Bold” foram os eleitos por este “oásis” verde de 28 mil metros quadrados com jardins, bibliotecas e um bairro residencial.

Pedro Martins Pereira, fundador da Larus e autor da linha “Axis Bold”, acredita que o design e a ergonomia foram determinantes para a prescrição dos vários modelos de bancos que integram esta gama.

“A linha ‘Axis Bold’ desenvolveu-se a partir da linha ergonómica de assentamento, definida pela face superior das réguas. O pé, resistente, axial, permite a obtenção de um desenho simples, de fácil integração em espaços históricos ou contemporâneos. Todos os elementos desta linha seguem os mesmos princípios de formas depuradas”, explica o empresário.

Os bancos “Axis Bold” desenvolvidos e fabricados na unidade industrial da Larus, em Albergaria-a-Velha, são constituídos em ferro fundido metalizado e pintado e madeira de Tali tratada.

Sublinhe-se que as exportações da Larus para Macau tiveram início em 2013.
A Larus “mobila” hoje cidades como Lisboa (Parque das Nações, Ribeira das Naus, Alta de Lisboa), Porto (Serralves, Avenida dos Aliados), Madrid (junto à Praça de Cibeles), Casablanca (Medina de Casablanca) Santiago de Compostela (Cidade da Cultura), Luanda (Baía de Luanda e Ilha do Cabo), Génova, Antuérpia, Londres, Dubai, entre outras.

Sobre a LARUS: A LARUS é a marca portuguesa de mobiliário urbano com os mais importantes prémios nacionais e internacionais e, em 2011, foi considerada a melhor empresa europeia na implementação do Design pelo Centro Europeu de Design. A originalidade e a diversidade das suas soluções resultam de uma estreita colaboração com os maiores nomes da Arquitetura e Design nacional. Siza Vieira, Souto Moura, Daciano da Costa, Alcino Soutinho, Henrique Cayatte ou Francisco Providência. A LARUS conta 22 anos de história e tem hoje uma presença internacional em Espanha, Reino Unido, Bélgica, Holanda, Alemanha, França, Angola, Marrocos e Estados Unidos da América.[...]