PT // EN // ES      

COMUNICAÇÕES

Larus cria solução antiterrorista

Larus cria solução antiterrorista

Com o objetivo de aumentar a segurança pública em cidades de todo o mundo, reduzindo o impacto dos atentados terroristas por atropelamento, a LARUS desenvolveu um inovador dissuasor de segurança removível, com capacidade para absorver o impacto de uma viatura em movimento e imobilizá-la.
A solução chama-se "Strong" e nasce da necessidade das cidades, de grande e média dimensão, protegerem as principais praças e zonas pedonais, impedindo a circulação de viaturas.

Para além da robustez, este equipamento distingue-se pela fácil instalação, na medida em que a sua reduzida profundidade de 35mm não interfere nas condutas subterrâneas de gás, água ou de eletricidade, e pela integração natural no espaço público, sendo removível e eliminando, assim, os condicionalismos das soluções retrácteis de controlo à distância.

A Larus, empresa portuguesa de mobiliário urbano, é reconhecida internacionalmente por desenvolver soluções de mobiliário urbano inovadoras. A partir da fábrica em Albergaria-a-Velha, a Larus mobila cidades como Lisboa (Parque das Nações, Ribeira das Naus, Alta de Lisboa), Porto (Serralves, Avenida dos Aliados), Madrid (junto à Praça de Cibeles), Casablanca (Medina de Casablanca) Santiago de Compostela (Cidade da Cultura), Luanda (Baía de Luanda e Ilha do Cabo), Génova, Antuérpia, Londres, Dubai, Macau, entre outras.

Sobre a LARUS: A LARUS é a marca portuguesa de mobiliário urbano com os mais importantes prémios nacionais e internacionais e, em 2011, foi considerada a melhor empresa europeia na implementação do Design pelo Centro Europeu de Design. A originalidade e a diversidade das suas soluções resultam de uma estreita colaboração com os maiores nomes da Arquitetura e Design nacional. Siza Vieira, Souto Moura, Daciano da Costa, Alcino Soutinho, Henrique Cayatte ou Francisco Providência. A LARUS conta 22 anos de história e tem hoje uma presença internacional em Espanha, Reino Unido, Bélgica, Holanda, Alemanha, França, Angola, Marrocos e Estados